domingo, 1 de julho de 2012

O TÚMULO DE MESTRE IRINEU DEPOIS DA REFORMA


A reforma do túmulo do Mestre Irineu foi iniciada em maio de 2010 por iniciativa de várias sedes do Alto Santo para homenagear o fundador do Daime. O projeto de reforma se expandiu e contou com a ajuda de vários colaboradores de diversos lugares do Brasil. A obra foi inaugurada no dia 6 de julho de 2010 durante a missa de 39 anos de falecimento de Mestre Irineu.

O arquiteto responsável pela obra foi Jorge Mardini Sobrinho (arquiteto de renome por muitas obras de destaque em Rio Branco como o museu dos autonomistas). A reforma foi executada em 45 dias, administrada pelo engenheiro Mário Yonekura, com ajuda de boa parte da mão de obra local, de seguidores da doutrina.

Na inauguração do túmulo estavam presentes, a viúva de Mestre Irineu, dona Peregrina Gomes Serra, o prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim, o secretário estadual de Cultura Daniel Zen, que representava o governador Binho Marques e os seguidores de Mestre Irineu.
O túmulo é tombado como Patrimônio Histórico e Cultural do Acre desde 5 de setembro de 2006. O túmulo foi tombado juntamente com a sede do “Centro de Iluminação Cristão Luz Universal - Alto Santo” por decretos simultâneos do governador Jorge Viana e do prefeito Raimundo Angelim, como patrimônio histórico e cultural de Rio Branco e do Acre.

Veja mais sobre o túmulo no artigo: "A CAPELA DO TÚMULO DE MESTRE IRINEU ANTES DA REFORMA"A foto acima é do jornalista Altino Machado feita na inauguração da capela no dia 6 de Julho de 2010. Outras fontes para o assunto veja no link: Tombamento no site www.mestreirineu.org.    

  Receba as publicações "Eu Venho de Longe: Mestre Irineu e seus companheiros" por e-mail   

Informe seu email para receber novos artigos


0 comentários:

Postar um comentário