segunda-feira, 30 de julho de 2012

O RECONHECIMENTO PÚBLICO DE MESTRE IRINEU

moldura foto1122zz

As religiões ayahuasqueiras vêm sendo objeto de pesquisas científicas desde a década de 1980, realizadas principalmente entre grupos que se tornaram independentes do grupo inicial, formado por Mestre Irineu. Isso levou a uma espécie de vácuo de pesquisa sobre o epicentro do fenômeno, ou seja, o líder carismático Raimundo Irineu Serra, o fundador da primeira religião ayahuasqueira, o Daime. Da observação deste vácuo nas pesquisas, nasceu a idéia de se investigar o fenômeno por uma perspectiva mais aprofundada em termos antropológicos, históricos e políticos focada estritamente no líder Raimundo Irineu Serra e sua comunidade.

Podemos dizer que foi a partir desta idéia que iniciamos esta proposta biográfica consolidada hoje no livro “Eu venho de longe – Mestre Irineu e seus companheiros”. Na biografia focamos na trajetória deste líder carismático Raimundo Irineu Serra, que desempenhou destacado papel como figura emblemática apoiada e defendida por vários governos do antigo Território e depois Estado do Acre. A sua importância pode ser vista ainda hoje, na capital desse estado, onde se presta várias homenagens a ele, algo pouco costumeiro para um líder negro, pouco alfabetizado, migrante, procedente de camadas baixas da sociedade maranhense. Mestre Irineu no decorrer de vários governos acreanos teve seu nome atribuído a bairro, aérea de proteção ambiental, avenida, travessa, sala permanente de exposição no Museu da Borracha e linha de ônibus. Assim, podemos dizer que é bastante visível no estado do Acre o reconhecimento público de sua importância na construção e manutenção de uma determinada identidade acreana. Atualmente a importância e o reconhecimento de Mestre Irineu se estendem para outros estados do Brasil, como também para outros países do mundo. Viva ao Mestre Irineu.

0 comentários:

Postar um comentário